Seção - ECG da Semana

Semana 14

Paciente 50 anos, portadora de Marca-passo, admitida por síncope. Qual o diagnóstico?


Semana 13

Paciente 50 anos, diabético, admitido por dor torácica típica iniciada a 1h. Qual o diagnóstico eletrocardiografico?


Semana 12

Paciente 55 anos, portadora de neoplasia de Mama, em tratamento, admitida por dispneia progressiva na última semana, atualmente em repouso. Relata também episódios de hipotensão. Qual o diagnóstico?

Semana 11

Paciente 60 anos, hipertenso e tabagista, admitido com história de dor torácica iniciada há 2h. Encaminhado a Sala de Parada Cardiorespiratoria com relato de convulsão durante realização do ECG. Qual o diagnóstico?

Semana 10

Paciente 80 anos, admitido após episódio de síncope. Relata quadro de dispneia aos esforços iniciados há um mês, atualmente em Classe Funcional NYHA III. Ecocardiograma com FE 60%. Qual o diagnóstico? Qual a primeira medida na emergência?

Semana 9

Mulher, 72 anos, HAS, DM 2 insulino-dependente, estresse emocional ontem e hoje pela manhã. Foi pro quarto e foi encontrada desacordada, sem baba, vômitos ou liberação esfincteriana. Nega dispneia e dor torácica. Sonolenta no exame, pálida. PA 220/90 e Dx 416. Qual o diagnóstico?

Semana 8

Paciente de 19 anos com queixa de palpitações comparece à emergência. Paciente tem história de ansiedade. Qual o diagnóstico eletrocardiografico?


Semana 7

Paciente de 73 anos, feminino com queixa de lipotimia e um episódio de sincope. Qual o diagnóstico eletrocardiografico?


Semana 6

Paciente do sexo masculino, com queixa de palpitações. Qual o diagnóstico eletrocardiografico?


Semana 5

Paciente de 64 anos, hipertensa comparece ao Departamento de Emergência com sudorese profusa e desconforto torácico. Duas horas antes da admissão. Segundo o ECG qual o mais provável diagnóstico?

Semana 4

Caso esse ECG pertencesse a uma paciente de 40 anos, encontrada desacordada totalmente sem história clínica. Em que patologias devemos pensar?

Semana 3

Paciente de 18 anos, sem comorbidades refere quadro de desconforto precordial em queimação sem irradiação.