Seção - Conversando com o Especialista

Em palestra de lançamento, portal Emergência Já, amor pra sempre lança campanha de conscientização sobre síndrome burnout

Plantões exaustivos, lidar com situações de estresse extremo, além da competitividade entre colegas, por melhor desempenho. Todas essas situações levam profissionais da saúde a um nível de exaustão psicológica grave, conhecida como burnout. Chamando a atenção para o tema, o portal Emergência Já, amor pra sempre, promove, na ocasião de lançamento da plataforma, uma palestra sobre o tema, ministrada pelo Psicólogo Clínico Rossandro Klinjey. O evento será realizado no dia 25 de março, no Teatro Via Sul a partir das 20h.

A plataforma se destina a divulgação de informações e formação de profissionais no campo da Medicina de Emergência e abre os trabalhos com o lançamento da campanha Abril Verde, que se refere a importância de cuidar e prevenir a burnout. “Nós que lidamos com profissionais, com estudantes, precisamos debater bastante esse tema. Temos um índice muito grande de suicídio dentro da categoria médica e também em toda a área de saúde”, alerta o médico emergencista Frederico Arnaud, profissional a frente do portal Emergência Já, amor pra sempre.

De acordo com uma pesquisa realizada pela International Stress Management Association (Isma-BR), de 2018, até 32% dos trabalhadores brasileiros sofrem de burnout. Isso representa até 33 milhões de pessoas. Dentre oito países elencados, incluindo China e EUA, o Brasil fica atrás apenas dos japoneses, que tem 70% de incidência da síndrome. Além de profissionais da saúde, também são fortemente afetados os policiais, professores e jornalistas.

"Os profissionais médicos tem até uma resistência a buscar ajuda", lembra Frederico. O emergencista alerta que ainda há um estigma em falar sobre problemas psicológicos. Dessa forma, além da conversa com o Psicólogo Clínico Rossandro Klinjey, durante o lançamento da plataforma, também serão entregues cadeiras de massagem nos principais hospitais da capital. A proposta é criar salas de relaxamento nessas unidades, onde os médicos, enfermeiros e demais funcionários possam desfrutar de breves períodos de descanso durante o expediente. “Depressão é uma doença que precisa ser tratada, que precisa ser conversada. Não tem que ter vergonha. As pessoas precisam buscar ajuda. Até porque, muitas vezes, essa falta de diálogo é que leva a desfechos muito trágicos”, finaliza Frederico.

Serviço:
Lançamento do Portal Emergência Já e palestra sobre síndrome Burnout, com Rossandro Klinjey
Quando: 25 de março
Onde: Teatro Via Sul
Horário: 20 h
Entrada: R$ 50 + 1 kg de alimento não perecível
Mais informações: (85) 3264 1912

Fonte utilizada: https://pebmed.com.br/sindrome-de-burnout-entra-na-lista-de-doencas-da-oms/